quinta-feira, 24 de maio de 2012

Kyma em Jardim de Inverno


Foi mais uma sessão de “Ler Dom Quixote”, o excelente programa da responsabilidade deste Teatro São Luiz, comissariado por Teresa Albuquerque e Alvaro García de Zúñiga. Ontem, além da leitura habitual, ouviu-se muita música no Jardim de Inverno. 
Em primeiro lugar, ouviu-se e falou-se da música do tempo de Cervantes, numa viagem esplendidamente guiada por Rui Vieira Nery.  
Depois deu-se um salto no tempo para ouvir a Teresa Albuquerque que fez, ela própria, assim, de viva voz, explodir os (algo)ritmos da moldura sonora que concebi para esta sessão. Moldura feita de uma síntese que misturou as palavras de Cervantes com os cliques e espirais sonoras do Kyma, enquanto, lá longe, as vozes cerzidas por D. Pedro de Cristo —um contemporâneo de Cervantes vindo de Coimbra— juntavam a perspectiva de um outro tempo a este tempo que é o nosso.



(Veja aqui o programa desta sessão).

sábado, 19 de maio de 2012

No princípio é o som

Na sua excelente crónica Sinais de hoje, Fernando Alves  traz-nos notícia da abertura das Lojas do Saber, em Coimbra. 
Trata-se de uma iniciativa do professor jubillado da UC, João Pedroso de Lima  que “verificando que o desaproveitamento de tanto conhecimento acumulado, quer por si, quer por outros professores universitários reformados, ‘é uma perda grande para a sociedade’, decidiu lançar as Lojas de Saber. Assim, falou com outros jubilados e mobilizou-os para o lançamento de cursos livres.”
A iniciativa, só por si, é credora de todo o destaque que Fernando Alves lhe dá. Mas, eis que se descobre a cereja em cima do bolo: o primeiro curso, que terá lugar já hoje, trata o tema “Os sons da vida”. O som no nosso quotidiano, as percepções, os sinais, as anomalias.
Definitivamente o som vibra com grande vigor em Portugal!

terça-feira, 15 de maio de 2012

O som vibra em Portugal (3)

Um outro projecto português de documentação, divulgação e criação artística com base no ambiente sonoro. 

As três componentes do projecto: uma editora  Green Field Recordings, a divulgação radiofónica de O Colecionador de Sons, e o site.

terça-feira, 8 de maio de 2012

O som vibra em Portugal (2)


Um projecto, uma exposição. O Retrato das Paisagens Acústicas Naturais em Portugal é um projecto em curso do MNHN que pretende “documentar a diversidade biológica na sua componente acústica.” Uma mais que bem-vinda iniciativa e um importante trabalho que cobre um vazio inexplicável do País nesta matéria. Ouça uma reportagem da TSF sobre este projecto aqui.
PIU é uma exposição que a equipa do projecto acima descrito organizou sobre este tema. Está aberta ao público até Outubro de 2012. O que é a bioacústica, a diversidade dos sons animais e os seus habitats, os sons das espécies, os seus ciclos e as paisagens acústicas em que estão inseridas são alguns dos temas que a exposição cobre.
Ouça aqui  uma reportagem da RR sobre a exposição .

O som vibra em Portugal (1)


E, de repente, o som vibra em Portugal, parecendo captar as atenções de muita gente. Excelente! 
A Binaural - Nodar anuncia um novo projecto Divina Sonus Ruris para juntar à sua extensa actividade. Saiba mais aqui

“O programa de laboratórios criativos em arte sonora e de pesquisa experimental para 2013 irá precisamente tomar como tema de expressão a riquíssima fonosfera sacra nas aldeias rurais do maciço da Gralheira, enquadrado por um sentido de promoção de um diálogo franco e aberto com as instituições religiosas locais e em consonância com a renovação teológica, litúrgica e cultural”